Trabalho Colaborativo na Medida

Trabalho colaborativo é fundamental, mas preste atenção para não prejudicar a performance individual

Ajudar o próximo é maravilhoso e louvável. Mas veja aí o que tenho observado, pois o trabalho colaborativo deve ser bem feito, ou vai levar você a trabalhar mal.


 
Fulano tem sobre seus ombros as cobranças relacionadas ao resultado esperado do seu trabalho. Mas, no fim, ninguém presta mita atenção para as metas individuais, e todos adoram o trabalho colaborativo. Há uma declaração de expectativas quanto às suas metas, mas as cobranças não tem muitas consequências se você explicar direito...

Seu colega, Beltrano, pede ajuda por estar sobrecarregado. Precisando de ajuda, e o bom samaritano, Fulano, imediatamente começa a ajudá-lo.
Ao final do mês as cobranças vem, e a resposta é evidente: Eu não consegui chegar à minha meta porque precisei ajudar o Beltrano!

 
Veja que  traiçoeira arquitetura psíquica: Trocar a pressão de realizar meu trabalho e o medo de não conseguir, pelo papel de bom samaritano e colega fiel. Precisei ajudar o outro por isso não fiz o meu! O que eu não fiz, não é culpa minha! 
 
Cuidado. Ninguém aqui está mau intencionado, mas ainda assim o resultado não é bom.
O trabalho colaborativo deve ser incentivado e cobrado nas organizações. E deve, sim, estar entre os indicadores sérios de performance. Mas também devem estar os resultados específicos individuais apontados nas metas de cada m. Esta avaliação não pode ser rígida, mas não se deve permitir que este tipo de dinâmica se estabeleça em função da busca do trabalho colaborativo.

 
Há que se cuidar das estruturas mentais maquiavélicas que nós mesmos criamos para não ter de lidar com o medo do fracasso. A maior responsabilidade aqui é desenhar formatos de recompensa e de liderança que consiga dar conta desta equação desafiadora, implementando uma cultura forte de trabalho colaborativo que não boicote os esforços individuais de se atingir metas. Se qualquer um dos dois for exageradamente mais valorizado que o outro, sua organização vai perder eficiência.

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário